Corumbá

Foto: Flavio Fontoura.

 

Corumbá tem o nome de origem tupi-guarani curupah (significa: lugar distante), também é conhecido como Cidade Branca (devido o solo de cor clara, rico em calcário). Foi ocupada no século XVI quando em expectativa de encontrar ouro, foi explorada pelos portugueses que começaram a chegar em 1524.

Foi oficialmente fundada em 1778. Quando, para impedir os avanços dos espanhóis pela fronteira brasileira em busca do mineral precioso, transformou-se no principal entreposto comercial da região. Quando a passagem de barcos brasileiros e paraguaios pelo Rio Paraguai foi liberada, e devido à importância comercial que passou a ter, a localidade foi elevada a distrito em 1838 e, em 1850, a município.

Durante a Guerra do Paraguai (1864 a 1870), a Freguesia de Santa Cruz de Corumbá – nome que recebeu na emancipação – foi palco de uma das principais batalhas do conflito, sendo ocupada e destruída por tropas de Solano Lopez em 1865. A partir de 1870, ao ser retomada pelo tenente-coronel Antônio Maria Coelho, a cidade começou a ser reconstruída. Na mesma época, imigrantes europeus e de outros países sul-americanos chegaram, impulsionando o desenvolvimento local. Como resultado, Corumbá foi o terceiro maior porto da América Latina até 1930.

Mais síntese histórica no site da prefeitura de Corumbá.

Localização:

Corumbá localiza-se na região do Pantanal sul-mato-grossense e próxima da fronteira com a Bolívia, à beira do Rio Paraguai. O município é também ponto de parada da ligação ferroviária entre o Brasil e a Bolívia, sendo a última cidade brasileira antes do território boliviano, do qual se separa por fronteira seca. Localiza-se a uma latitude 19º00’33” Sul e a uma longitude 57º39’12” Oeste.

 

Pontos turísticos:

Estrada Parque do Pantanal
Cristo Rei do Pantanal
Casaria do Porto
Museu de Historia do Pantanal
Estação Natureza Pantanal
Forte Coimbra
Museu de História do Pantanal
Igreja N. S. da Candelária
Forte Junqueira
Centro de Convenções do Pantanal Corumbá
Artizu Casa da escultura
Igreja Nossa Senhora auxiliadora
Casa de Cultura Luiz de Albuquerque
Casa do Artesão
Memorial do homem do pantanal
Mirante da capivara
Gruta do Inferno e Buraco Soturno

Fica a: 426km da Capital






MS visto pelas
lentes de quem vive
em Mato Grosso do Sul.

Ver no Instagram